All for Joomla All for Webmasters
Dicas Life Style Ser Mulher

#SER MULHER: COMO EMPREENDER

Olá meninas! Recentemente cursei na ESPM uma especialização de mídias sociais. Sou publicitária por formação, me especializei em marketing de varejo e mídias sociais. Há 1 ano decidi trabalhar sozinha, por a cara no sol. Mas, como empreender? Principalmente sendo jovem. Os desafios são enormes!

Estudei na ESPM com o Gabriel Rossi. Diretor da Gabriel Rossi Consultoria de Marketing. Já atendeu super marcas no Brasil e hoje, juntamente com ele compartilho dicas de como vencer empreendendo. vem ver! 

Jovem Empreendedor, como empreender:

Qual a idade ideal para começar a empreender? Maturidade é a métrica e isso varia, não depende apenas da idade que temos e sim de toda a nossa bagagem. Sendo assim, não existe uma fase certa para lançar-se neste universo.

Segundo Gabriel Rossi:

O meu conselho é para que empreendam quando tiverem conhecimento plausível sobre o mercado, assim como capacidade de tomar decisões frias e racionais. O jovem empreendedor sério é caracterizado pela vontade de sempre aprender, estamina e essência vencedoras.

Pessoalmente falando, é preciso estudar muito, se dedicar e ser “indesistivel” se aprende como empreender, empreendendo. Caindo, levantando e recomeçando.

Cinco dicas importantes de Gabriel Rossi para nós, anota aí!

1- Construa sua marca – Há a impressão que criar uma marca forte é algo complexo demais para ser desenvolvido, porque a estratégia precisa ser bem estruturada. A marca funciona como atalho para o consumidor e ela é o maior patrimônio de qualquer empresa.

2- Glamour – Muitos inovadores mambembe pensam que apenas uma ideia é suficiente para criar uma empresa. Outro erro grave. É essencial colocar a mão na massa, tomar a frente do negócio, batalhar. O trabalho em uma startup é tão árduo quanto em qualquer outra empresa. Arregaçar as mangas é fundamental. Egos também devem ser deixados de lado. Brigas entre fundadores são comuns. Portanto, escolher o sócio correto – com objetivos similares – é fundamental.

3- Momento para lançar – O empreendedor deve saber o exato momento de lançar sua marca e produto. A ideia pode ser boa e o dinheiro pode estar no caixa, mas é essencial não perder a oportunidade de entrar no mercado. Se o momento está conturbado – com a economia do país em baixa, por exemplo -, vale esperar ou tirar vantagem disso?

4. Conhecimento do mercado – Já é um “mantra” do marketing o fato de ser fundamental antecipar a necessidade do consumidor. Mas isso é impossível diante do desconhecimento do mercado. Só se conhece a futura necessidade do consumidor com estudo completo sobre a área que está ingressando. E os estudos devem ser profundos.

5- Público-alvo – É preciso decidir qual público atingir, estudar suas características e conhecê-lo a fundo. Com este perfil em mãos, o empreendedor não apenas saberá com quem está falando, mas como e o que falar e por quais ferramentas. Geralmente uma startup nasce de uma ideia – e o mentor dela não se preocupa com quem “falar”. É preciso focar em determinado públicos.

Eu resumiria estas dicas em:

Conheça profundamente oque você quer fazer, saiba que você vai chorar, tropeçar e ter vontade de desistir muitas vezes. Mas arregace as mangas e siga. Leia os sinais do mercado e não atire pra todo lado! Escolha um publico e foque nele!

Eu quando iniciei decidi que queria falar com a “mulher real” multitarefas, que corre, trabalha, estuda, e ainda quer estar linda fazendo tudo isso. Por isso meu foco é sempre levar dicas simples, fáceis e dinâmicas, para que vocês possam replicar.

Para fechar Gabriel Rossi fala:

Lembre-se de que o novo consumidor não se preocupa mais em ser dono das coisas, mas ter acesso às coisas. A tendência veio para ficar, especialmente porque é regida por três grandes forças: social (as pessoas compartilham mais, por exemplo), econômica (escassez de recursos) e tecnológica (ascensão de uma geração que cresceu com a internet e se conecta com outras pessoas em proporções muito maiores do que antes).

Persista, insista e não desista! (uma frase brega, porém verdadeira)

Um super obrigada à ESPM e ao professor Gabriel Rossi que ministra diversos cursos lá!

Beijoooo

Você pode gostar também

Sem Comentários

Deixe uma resposta